Orçamentos e a sua interligação com a negociação, aprovisionamento e gestão de stocks

Principais Razões para assistir :

 

  • Gerir e dominar o processo de orçamentação da empresa
  • Gerir a obtenção de informação relevante
  • Gerir de forma eficaz o sistema de compras da organização
  • Técnicas eficazes para negociar com o seu fornecedor nos processos de compras
  • Compreender o posicionamento da função de compras na organização
  • Os cadernos de encargos, funcionais e técnicos
  • Conhecer o mercado, selecionar os fornecedores
  • Controlar a qualidade dos fornecedores
  • Estimular a concorrência entre os fornecedores
  • Negociação com os fornecedores
  • Dominar os processos de contabilidade e controlo de faturas de fornecedores
  • Compreender a importância da Gestão de Aprovisionamento e Stocks
  • Gerir eficazmente o Aprovisionamento numa organização
  • Definir a política de Aprovisionamento e Gestão de Stocks adequada e atuar em conformidade

 

PROGRAMA

Gestão de Orçamentos

O orçamento constitui um importante instrumento que permite acompanhar o desempenho da empresa e assegurar que os desvios referentes ao plano inicialmente definido são analisados e adequadamente controlados.

Elemento agregador de todas as variáveis empresariais que permite antever com maior segurança o futuro.

Quando planeamos estrategicamente, ganhamos tempo para uma ação mais eficaz e eficiente no futuro uma vez que conseguimos antecipadamente identificar as variáveis que podem ser controladas e, assim, focar a nossa atenção em tudo o que é imprevisível.

COMO DOMINAR O PROCESSO ORÇAMENTAL DA ORGANIZAÇÃO

Principais conceitos – Diferença entre despesas, custos e pagamentos

Reunir e parametrizar o histórico de informações pertinentes

Identificar as linhas orientadoras do departamento

Centralizar as previsões dos serviços ou funções

Identificar as dificuldades da descentralização orçamental

  • Questões culturais
  • Questões associadas à gestão

 

O PLANO ECONÓMICO ANUAL E O ORÇAMENTO COMO MARCO DO SISTEMA DE CUSTOS E DE CONTROLO

Elaboração do programa para a elaboração dos planos e orçamentos anuais

Plano de vendas anual por negócios

Planos de distribuição adequado ao plano de vendas

Plano de produção consequente com o plano de vendas

Plano de cargas, plano de horas, plano de meios materiais e humanos

O orçamento por fases de produção

Custos por hora de atividade

Orçamento de custos gerais

Custo total do produto acabado

Sistema de informação antecipada das variações de custos para a tomada de decisões

A LIGAÇÃO DO ORÇAMENTO COM OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E GESTÃO (SIG)

O processo orçamental

Como se processa a articulação e interligação entre os diferentes orçamentos

Identificar os mapas financeiros previsionais

DEFINIÇÃO E A ELABORAÇÃO DOS DIVERSOS ORÇAMENTOS. COMO CRIAR PREVISÕES FIDEDIGNAS

O Orçamento Comercial

  • Técnicas de previsões de vendas
  • Planos de ação e seus efeitos na área comercial

O Orçamento de Produção

  • A adequação dos fatores de produção
  • A valorização dos recursos necessários
  • O cálculo dos stocks
  • A determinação dos custos-padrão

O Orçamento de Despesas Gerais

  • O cálculo da previsão de aquisição de bens e de serviços
  • As condições e política de compras

O Orçamento de Gastos com Pessoal

  • O quadro de pessoal
  • O total de salários

O Orçamento de Investimentos (em bens capitalizáveis)

  • Os investimentos novos e de substituição
  • As depreciações anuais
  • A medição do impacto financeiro

O Orçamento Financeiro

  • A síntese financeira de exploração
  • O financiamento das necessidades financeiras
  • O serviço da dívida. A gestão dos excessos de tesouraria
  • A simulação dos fluxos de caixa

 

CONTROLAR E ANALISAR O DESEMPENHO PARA MELHOR REAGIR AOS DESVIOS

A construção do Orçamento Flexível

Análise de desvios

A implementação de um tableaux de bord, para assegurar um adequado controle

 

Negociação e Processo de Compras

A Função de Compras tem como principal finalidade suprimir as necessidades de materiais ou serviços, planeando-as quantitativamente e satisfazendo-as no momento certo e nas quantidades corretas, adquiridas nas condições mais favoráveis possível, verificando se recebeu efetivamente o que foi comprado e providenciando a sua distribuição.

O responsável pela área de compras deve conhecer todas as solicitações de compra de matérias-primas, máquinas e equipamentos em geral; inteirar-se das necessidades e detalhes técnicos exigidos; coordenar a pesquisa de fornecedores e recolha de preços; manter contacto com fornecedores; controlar prazos de entrega e elaborar previsões de compras

ELABORAR E GERIR UMA ESTRATÉGIA DE COMPRAS

Compreender o posicionamento da função de compras na organização

A função estratégica da área de compras

As relações internas e externas do serviço de compras

Organização do processo de compras

A preparação da negociação

Dinâmica e fases da negociação

Os sistemas de informação de suporte nas compras

  • Tipos de sistemas
  • Ferramentas de suporte à gestão de compras e fornecedores

SELEÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

Conhecer o mercado, selecionar os fornecedores

  • Caracterização do mercado
  • O processo de homologação dos fornecedores
  • A valorização dos fornecedores

A relação com os fornecedores

Seleção de fornecedores

Avaliação de fornecedores

Gestão de risco dos fornecedores

PREPARAÇÃO DA NEGOCIAÇÃO: MÉTODO E PONTOS-CHAVE

Objetivos de negociação em compras

Quando negociar

A negociação como um processo integral de comunicação

Definir o enquadramento e a estratégia a seguir na negociação

  • Forças e fraquezas dos protagonistas
  • O produto, o mercado, o preço

Analisar as alternativas negociais, fixar limites e objetivos a atingir

 

CONDUZIR A NEGOCIAÇÃO E CRIAR VALOR

Identificar o estilo de negociação do interlocutor

Estratégias e táticas de negociação

Como conduzir uma negociação

Métodos e técnicas de negociação, liderança e perfis de negociadores

Identificação das fases de negociação

Compreender quais os fatores chave da preparação para o êxito de uma negociação

Potencialização da capacidade de persuasão, pressão e domínio de situações desfavoráveis

A partilha de informação: em que circunstâncias revelar informação privada à outra parte

Dinâmica das concessões e das contrapartidas: controlar as concessões e exigir as contrapartidas adequadas

DIVIDIR OS POTENCIAIS GANHOS E USAR O PODER NA NEGOCIAÇÃO

Fontes do poder: como se adquire poder na negociação

O poder da especialização e da informação: competência técnica e poder negocial na compra

O uso das alternativas: a noção de BATNA

Equilibrar a relação de poder: como alterar o poder percebido pelo interlocutor

Descobrir e alterar o ponto de resistência da outra parte

O padrão de concessões como meio de obtenção de informação sobre o vendedor

 FECHAR O ACORDO E ANALISAR A EFICÁCIA NEGOCIAL

Técnicas de pré-fecho: perguntas de implicação e de exclusão

Como usar cláusulas de penalização e de compensação na construção do acordo

Reagir a impasses: saber como reformular as propostas finais e quando propor acordos contingentes

Análise de ganhos e custos das concessões

Estimular a concorrência entre fornecedores

  • A realização da consulta
  • Métodos de análise comparativa das propostas

O processo de decisão e a negociação

Como medir a eficácia dos resultados da negociação

 

Aprovisionamento e Gestão de Stocks

A gestão de stocks assume um papel de extrema importância na maximização dos resultados líquidos das empresas. É fundamental que essa gestão seja efetuada de forma equilibrada, reduzindo ao máximo os níveis sem colocar em causa o desempenho operacional e logístico. A informação exata e rigorosa do stock, da sua valorização, dos preços de custo, preços médios de custo ponderado, stock mínimo e máximo, ponto de encomenda e dos fornecedores, permitirá que se possa decidir em tempo útil e da forma mais adequada

COMPREENDER A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE STOCKS PARA A LOGÍSTICA E ORGANIZAÇÃO

Conceitos chave de compras, aprovisionamento e gestão de stocks

Os stocks e a função aprovisionamento – estratégias e modelos

A gestão física de stocks: função armazenagem

A metodologia de reaprovisionamento

A gestão administrativa de stocks

A gestão económica de stocks

Os custos de posse de stocks e de passagem de encomenda

Gestão de inventário

OS MÉTODOS DE REAPROVISIONAMENTOS

O aprovisionamento periódico

O aprovisionamento por ponto de encomenda

Stock de segurança, sua composição e sua justificação

 A CONTABILIDADE DE MATERIAIS, MÉTODOS DE VALORIZAÇÃO DE STOCKS E TÉCNICAS DE INVENTÁRIO

Regras de contabilidade de materiais

Utilidade dos inventários

Métodos de inventário e sua relação com a natureza dos produtos em stock

Análise das diferenças e ações corretivas a desenvolver

OS STOCKS E A FUNÇÃO APROVIONAMENTO

Os problemas mais importantes da gestão de stocks

O stock médio

A renovação do stock

Diferentes categorias de stocks

Vigilância do nível de stocks

Cálculo da quantidade económica de encomenda

Periodicidade económica das encomendas

Escolha das datas e dos valores das encomendas

Determinação do “stock de proteção”

Determinação dos custos de ruturas dos stocks

 A GESTÃO ADMINISTRATIVA DE STOCKS

Mapeamento e organização de fluxos de informação

Gestão do processo de compra

 A GESTÃO ECONÓMICA DE STOCKS

Critérios de valorização contabilística (FIFO; LIFO; CMP)

 A GESTÃO DE INVENTÁRIO

Tipos de inventários: permanente e intercalar

Que informação deve ser considerada na sua elaboração

Técnicas para elaborar inventários

Quando e como atualizar o ponto de situação dos stocks